• Menu

  • 03 junho 2017

    Amor Não Olha Idade - Capitulo 19


    Isabella Swan

    Eu sabia que não deveria estar ali com ele, mas o que eu poderia fazer quando o meu coração não me deixava negar, era só uma conversa.

    Estávamos seguindo para o apartamento dele, porque segundo ele teríamos mais privacidade mesmo eu garantindo que minha mãe não iria aparecer ali, eu depois de pensar muito em tudo eu tinha chegado a conclusão de que aquela desculpa de que o apartamento só estava ali porque ele não tinha conseguido se desfazer dele me era completamente falsa e ridícula aquilo ali era muito bem cuidado para um lugar que ele tinha só por que não conseguiu se desfazer. O caminho foi feito em total silencio, assim que chegamos ao apartamento eu fui a primeira a falar só tinha dado tempo de ele fechar a porta.

    —Fale logo que eu tenho treino e não quero me atrasar. —Sim era verdade eu realmente tinha treino hoje, mas ainda faltava bastante tempo já que o treino era no final da tarde.
    Ele caminhou até o bar que tinha perto da porta e serviu uma bebida a ele.

    —Que beber alguma coisa?
    Ele me ignorou por completo.

    —Não, eu só vim aqui para ouvi-lo.
    Eu disse mantendo minha pose durona, eu não podia ceder a ele.

    —Sente-se. —Balancei a cabeça negando, ele respirou fundo antes de retornar a falar. —Você precisa entender que isso... —Ele apontou pra nos dois e continuou. —E errado você é uma adolescente.
    Revirei os olhos ao constatar que ele tinha me chamado aqui de novo para repetir tudo o que ele já tinha dito.

    —Serio não quero ouvir esse papo. —Eu disse e dei as costas a ele.

    —Então você veio aqui pra que se não quer me ouvir? — Ele perguntou, eu não precisava de muito pra ver que aquilo tinha deixado ele irritado. Virei de frente pra ele de novo.

    —Só que eu sei que é errado, ta legal eu não sou estúpida, mas eu não mando no meu coração. —Me declarei. —Eu não escolhi senti nada por você que droga, você acha que eu queria isso?  E não, eu não preciso que você fique a cada segundo repetindo que isso é um erro.

    —E exatamente isso Isabella, eu não escolhi gostar de você e sim eu fico a cada minuto repetindo pra mim mesmo o quanto isso e errado só pra ver se eu paro de sentir, se eu esqueço você. Seria tão mais fácil se você entendesse isso e se afastasse de mim, porque eu já não tenho mais força pra ficar longe de você. —Eu não podia acreditar que ele tinha dito aquilo, eu nunca podia esperar uma declaração dele, ele estava sendo tão sincero.

    —Não fique. —Pedi tudo que eu mais queria no mundo e ter ele perto de mim.

    —Só que as coisas não são tão fáceis assim, se alguém descobre isso eu posso ser preso, eu tenho um nome a selar Isabella, uma família, um império que eu construi com muito esforço e que eu não posso jogar tudo pro ar agora só porque eu me apaixonei.

    —A gente pode ficar em segredo até eu ser maior e isso não ser mais um problema tão grande. —Propus era estranho porque eu queria contar ao mundo que eu estava apaixonada e que a gente estava junto, mas se esse fosse o preço eu pagava com prazer não seria tão caro.

    —Esse não e o único problema você não pode esquecer que eu sou casado.

    —Você pode se separa. —Sugeri, pra aquela situação só tinha essa solução, mas pela cara dele eu pude percebe que ele não faria isso.
    —Eu não posso me separar agora, se eu peço o divorcio agora eu saio perdendo muito. Eu não posso te explicar detalhes mais o divorcio agora está fora de questão.

    —Você quer que eu seja sua amante? —Perguntei tendo certeza da resposta dele.

    —Eu juro pra você que será por pouco tempo, um ano, no máximo dois e eu peço o divorcio.

    —Dois anos? —Era muito tempo, eu não sei se poderia lidar com isso. —E como vai funcionar isso você vem me ver quando não tiver com ela?
    Ele me olhou como se estivesse se lamentando, mas o que eu podia fazer ele não podia me propor isso ser amante dele, era terrível.

    —E só o que eu posso te oferecer no momento.
    Fui caminhando e passei por ele me sentando ao sofá que tinha ali na sala de estar, eu não conseguia entender o que seria pior. Ficar sem ele ou ter ele pela metade, a primeira opção eu já tinha experimentando e não era nada agradável o que eu fiz nessa semana que ele me deixou? Fiz as coisas no modo automático e fiquei repetindo pra todos que estava tudo bem quando claramente eu sentia que estava tudo caindo aos pedaços, o que me custava tentar a segunda opção? Eu sabia o que custava e que o preço era alto, mas eu estava totalmente disposta a pagar.

    —Eu aceito. —Minha voz não saiu muito confiante.

    —Eu prometo que vou fazer o melhor pra que isso de certo.
    Tantas coisas que ele podia dizer naquele momento e ele vem com promessas. Ele veio até mim e se sentou ao meu lado e me puxou pra perto dele em um abraço de lado, deixando que eu apoiasse minha cabeça no peito dele.
    ...
    Meu tio me olhava, naquele momento eu já não conseguia identificar a expressão dele. Mas ele deixou que eu continuasse.

    —Depois desse dia as coisas entrem nos foram só acontecendo.

    —Meu amor isso e errado muito errado. —Ele disse ainda chorando.

    —Amar alguém é errado?
    Ele sempre tinha me dito que o amor era uma das coisas mais lindas do mundo.

    —Não, mas ele não podia ter se aproximado de você dessa maneira. —Ele segurou meu rosto entre as mãos de uma forma carinhosa. —Isso que ele fez é sujo.
    Balancei a cabeça negando.

    —Não, não é. Ele nunca me tocou da forma que você está pensando, nos nunca fizemos sexo, ele impôs que só faríamos qualquer coisa depois que eu fosse maior de idade e quisesse isso, ele sempre me tratou da forma mais respeitosa do mundo, ele me amou de uma forma linda. Ele esteve aqui em todos os momentos em que eu precisei.

    Nesse momento minhas lagrimas banhavam meu rosto.

    —Isso não muda o quanto isso é errado. —Ele me soltou e sentou no sofá me olhando com uma cara que dizia que a decisão dele já estava tomada. —Eu vou espera sua mãe chegar e vou contar tudo isso a ela.

    Eu me ajoelhei na frente dele eu não tinha mais o que fazer a não ser implorar.

    —Por favor, eu imploro, não tira ele de mim. Se você contar pra minha mãe ela não vai entender e vai querer denunciá-lo e ele vai se afastar de mim. Se você me ama como diz então, por favor, não tira de mim a única pessoa que gosta de verdade de mim. Eu estou implorando. —Eu estava desesperada ele não podia fazer isso. No momento em que ele contasse àquela mulher que se intitulava minha mãe ela iria pensar bobeira e se meu tio que era mente aberta estava achando ruim eu podia imaginar o que minha mãe faria.

    —Isso é errado você tinha só quatorze anos ele se quer deveria ter olhado pra você.

    —Por favor, você só precisa fingir que não sabe por mais alguns meses daqui a pouco eu faço dezoito e essa história acaba e eu e ele vamos poder ficar juntos sem ninguém se intrometer e só mais alguns meses. Por favor, eu o amo mais que tudo.

    Eu não sei se por qual motivo mais ele deu um suspiro cansado e cedeu.
    —Por enquanto eu vou pensar um pouco e não vou contar nada a sua mãe, mas por hora porque eu quero ter uma conversa com esse cara e ai diante do que ele me falar eu vejo o que eu vou fazer.
    Não era o que eu esperava ouvir, mas por enquanto bastava.

    —Você vai ligar pra ele e marca um encontro amanha sem falta.

    —Ele está viajando.
    Ele me olhou com uma cara feia.

    —Ok, quando ele volta?

    —Eu não sei exatamente, mas vou ligar pra ele e explicar tudo o que aconteceu.

    —Então o avise que eu quero esse encontro ainda essa semana porque se não eu vou ao primeiro jornal que eu encontra e conto toda essa história. — Sabia que ameaçar o Edward não era um bom começo então com toda certeza eu omitiria essa parte, agora eu precisava me concentrar em o Edward me atender.

    —Eu te amo titio. — Disse levantando e dando um abraço nele e um beijo no rosto, eu não conseguia conter minha felicidade eu conseguia ver que ele não contaria nada. —Muito obrigada.

    —Não agradeça eu ainda não decidi nada.
    Notas Finais/Avisos
    Estou morrendo de vergonha de aparecer aqui depois desse tempo todo, mas aconteceram tantas coisas na minha vida que eu realmente achei que não conseguiria mais voltar aqui, espero que me perdoem. Queria fazer uma proposta a vocês se esse capitulo passar dos 30 comentários eu trago um capitulo novo amanha, se não nos vemos sem falta semana que vem.

     Ps. Me acompanhe nas minhas redes sociais:
     • Facebook: https://www.facebook.com/MorganaFanfics/
     • Twitter: https://twitter.com/MorganaFanfics
     • Grupo: https://www.facebook.com/groups/MorganaSalvatoreFanfics/
    16/05
    Comentários no facebook
    0 Comentários no blogger

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    © Todos os direitos reservados 2017 -
    Morgana Salvatore - Tecnologia do Blogger